Após 12 anos desaparecida, cadela é encontrada a 1.600 km de casa

A americana Katheryn Strang nunca perdeu a esperança de reencontrar a cadelinha Dutchess, que fugiu de sua casa na Flórida em fevereiro de 2007. Anualmente, ela pagava a taxa de US$ 15 (cerca de R$ 62) para manter o microchip instalado na fox terrier em funcionamento. Até que, 12 anos depois, a espera chegou ao fim com a ligação de um abrigo de animais: sua ‘melhor amiga’ havia sido localizada.

Dutchess, agora com 14 anos, foi encontrada em um galpão em Pittsburgh, na Pensilvânia, a mais de 1.600 quilômetros de distância da cidade de Boca Raton, de onde fugiu. Segundo o proprietário do local, ela estava com fome e tremia incontrolavelmente. Ele, então, decidiu levá-la a um centro de resgates de animais, onde os funcionários detectaram o microchip e puderam localizar a dona. “Ela estava um pouco arisca, muito suja e tremendo. Suas unhas estavam enormes”, contou Torin Fisher, que trabalha no abrigo.

O vídeo com o momento do reencontro, que aconteceu na última sexta-feira, 11, foi publicado na página da Humane Animal Rescue no Facebook. Emocionada, Katheryn abraça a cadelinha e diz que sentiu a falta dela. “Estou tão feliz de tê-la de volta. Eu estava no trabalho e meu filho de 12 anos abriu a porta sem querer e eu nunca mais a vi”, explicou.

Katheryn revela que, de tanto ir ao abrigo de sua cidade em busca de informações sobre Dutchess, acabou adotando dois cachorros e um gato. “Demorei mais de um ano para adotar outro animal, porque eu estava devastada. Eles são como filhos, só que mais fácil”, brinca.

Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here