Caixa de supermercado afirma ter sido estuprada após aceitar carona de colega de trabalho em Limeira

Compartilhe!

Uma mulher de 32 anos procurou a Polícia Civil na noite desta segunda-feira (12), afirmando que trabalha em uma rede de supermercados de Limeira, e na noite anterior, teria aceitado uma carona de um colega que trabalha como segurança no mesmo supermercado.

De acordo com o relato da vítima, após o expediente, o rapaz ofereceu uma carona e durante o caminho, ela aceitou tomar um lanche com ele. Os dois foram até um trailer que fica na avenida Fabrício Vampré, e após a refeição, eles conversarem um pouco, e a mulher teria pedido ao rapaz que a levasse para casa dela.

Porém, de acordo com as informações que foram registradas no boletim de ocorrência, o segurança levou a mulher para casa dele, e ao chegar no local trancou o portão, a impedindo de ir embora.

A mulher contou ainda aos policiais que ficou com medo de ser agredida e aceitou tomar uma bebida com líquido azul, e depois foi levada para um quarto, onde a vítima teria sido forçada a manter relações sexuais com o segurança que teria afirmado que possuía uma arma na residência.

Após o abuso sexual o homem ainda teria impedido a mulher de ir embora. Após muita insistência, ele teria chamado um moto-táxi para levar a vítima para casa dela.

O boletim de ocorrência foi registrado e a Delegacia de Defesa da Mulher vai investigar o caso.

Compartilhe!

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Se inscrever  
Notificação de