Casal se desentende após festa e GCM precisa apartar briga em Limeira

Uma briga de um jovem casal virou caso de polícia na madrugada de domingo, na Vila Queiroz, em Limeira (SP). A confusão envolveu um rapaz, de 20 anos, e uma moça, de 19 anos. Ao final, ficou esclarecido em exame médico que quem apanhou e foi ameaçado foi o homem.


Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM) registrou em Boletim de Ocorrência, eles foram chamados para apartar uma briga entre um casal e ao chegar ao local viram o jovem empurrar a mulher. Os dois se mostravam alterados, aparentemente por bebida alcoólica, e a GCM precisou usar gás de pimenta para conseguir abordar o homem.

Ambos relataram a mesma ocorrência: em uma briga causada por ciúmes da mulher em relação ao seu companheiro, pouco depois de deixaram uma festa, ela o arranhou e o mordeu. Além das agressões, a mulher teria feito ameaças de morte ao jovem. Ele por sua vez deu nela um empurrão.

De acordo com o registro, os dois estão juntos há apenas 2 meses e ela admitiu bater nele com frequência. Um exame médico comprovou as lesões no rapaz e ele foi orientado quanto ao prazo que tem para processar a mulher por lesão corporal e ameaça, mas disse à Polícia Civil não desejar representar sua namorada.

Compartilhe!