Comissão de Obras da Câmara de Limeira recebe BRK para tratar do Recanto dos Pássaros

Diretores da concessionária BRK Ambiental estiveram presentes na reunião da Comissão de Obras e Serviços Públicos, nessa quinta-feira (12) para debater a situação de saneamento básico do condomínio Recanto dos Pássaros. A oitiva promovida pelos vereadores foi acompanhada pelos representantes do conjunto habitacional, Jovenildo Nunes de Barros e Fernanda Silva Cardial de Almeida, além da assistente social Rosana Cristina Gonçalves Pereira, do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom).

Responsável pela administração contratual da concessionária, Vinicius Pertile falou sobre a dívida de cerca de R$ 1,2 milhão que o condomínio tem com a empresa de água e esgoto. No entanto, segundo ele, a BRK ainda não promoveu o corte do fornecimento de água por entender a questão social do condomínio e a dificuldade de organização dos moradores.

Questionado pelo presidente da Comissão, vereador Waguinho da Santa Luzia (Cidadania), se é possível fazer a cobrança por meio de hidrômetro individual, como é o desejo dos moradores, Pertile explicou que não é possível porque o contrato da BRK é feito diretamente com a pessoa jurídica do condomínio. “Estamos há três anos e meio sem síndico. Os moradores querem uma solução e pagar a água que usam”, pediu a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida.

Waguinho também questionou sobre a possibilidade de anistiar o débito do condomínio. Nesse sentido, o diretor da BRK explicou que, por questão contratual, não é possível abrir mão da dívida, mas há a possibilidade de fazer uma negociação. Ele disse ainda que em outro momento já foi feito um parcelamento da dívida.

Rede de esgoto

O morador Jovenildo Nunes de Barros relatou problemas estruturais na construção da rede de esgoto no condomínio, que geram o retorno dos resíduos para uma parte dos apartamentos. Segundo o coordenador de projetos da concessionária, o problema se deve à falta de fiscalização durante a execução da obra. A Caixa Econômica Federal, disse a moradora Fernanda Silva Cardial de Almeida, se isentou de ser responsável pela fiscalização.

Comissão

Essa é a terceira vez que a Comissão de Obras recebe moradores do Condomínio Recanto dos Pássaros para buscar respostas aos problemas e promover a intermediação com autoridades. “Estamos provocando debate e buscando esclarecimentos e soluções”, resumiu o vereador Dr. Rafael Camargo (MDB), que também citou a atuação da Comissão junto à Caixa e ao deputado federal Miguel Lombardi (PL). “O governo federal precisa ser provocado também.”

Os vereadores decidiram, por fim, enviar convite para representantes da Caixa Econômica Federal e da Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura a fim de participar da próxima reunião do colegiado na quinta-feira, 19 de dezembro, a partir das 14 horas, e continuar as tratativas sobre a situação do Recanto dos Pássaros.

A Comissão de Obras, Serviços Públicos, Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo é integrada pelos vereadores Waguinho da Santa Luzia, presidente; Marco Xavier (PSB), vice-presidente; Lu Bogo (PL), secretária; e Jorge de Freitas (Patriota) e Dr. Rafael Camargo, membros.

Compartilhe!