Como lidar com a ansiedade pré-prova

Inicio minha coluna de hoje com uma frase que nos remete a uma reflexão importante acerca de situações como uma prova (por exemplo o ENEM), um concurso, etc: “Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons”, Sigmund Freud

Mas como assim? Então não devemos nos dedicar ou querer nos sair bem e apresentar um bom desempenho?

Sim, podemos, devemos, porém, nos transformarmos em ‘reféns’ do resultado que almejamos, ficarmos tensos e nervosos, pensando apenas na situação de prova, na avaliação deixarmos o medo e a ansiedade nos dominarem irá fazer o oposto de ajudar.

A preparação e o estudo que ocorreram durante o ano que transcorreu e o preparo para a situação de avaliação devem dar lugar, nos momentos antes da mesma, ao ‘desestressar’, a relaxar, a descansar.

A ansiedade pré-prova deriva principalmente da expectativa que podemos colocar na prova em si, ansiedade esta que pode gerar prejuízos e diminuir concentração e raciocínio, além de impactar negativamente na interpretação das questões.

Algumas dicas podem ajudar a passar por este momento da forma mais suave possível, são elas:

Domine os seus pensamentos – não se deixe vencer pelo desespero, por pensamentos catastróficos (não vou conseguir, por exemplo). Sempre que o pensamento negativo aparecer, avalie-o de forma crítica e busque atitudes saudáveis para lidar com ele.

Durma, dormir é fundamental. A mente e o corpo precisam de descanso. Uma mente descansada está mais preparada para absorver e compreender as questões que se pedem.

Alimente-se! Busque fazer refeições leves, mas que lhe forneça a energia necessária a situação de avaliação. Alimentos leves, naturais e saudáveis fornecem a energia necessária para a prova, sem causar moleza ou desconforto. Hidrate-se!

Cuide de seu cognitivo! Lembre-se: você domina seus pensamentos, portanto, não pense: “E se eu não conseguir?” ou “E se eu não souber responder?”, mas sim: “Farei o que tenho certeza e domínio primeiro e pensarei com cautela nas que achar mais complexas”.

Nos momentos que antecedem a prova (um ou dois dias) apenas revisões leves, se possível em tópicos ou resumos bem fáceis. É apenas um relembrar.

Por fim: CONFIE EM VOCÊ! Você se preparou, estudou, se dedicou e está sabendo, portanto, precisa apenas ler com atenção, entender o que é pedido e buscar a resposta.

Encerro com um trecho da letra de uma canção muito propícia de Chico Buarque: “Lutar, onde é fácil ceder, vencer, o inimigo invencível, romper a incabível prisão, voar, no limite improvável, tocar o inacessível chão (…)”.
BOM ENEM A TODOS! SUCESSO!

Compartilhe!