Construção de presídio é paralisada após empreiteira não pagar funcionários em Limeira

Na manhã desta quarta-feira (27), o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Cerâmica, Construção Civil e do Mobiliário de Limeira, o SITICECOM, paralisou a obra do presídio que está sendo construído na (SP-306), a rodovia que liga Iracemápolis a Santa Bárbara D’Oeste, e que fica na cidade de Limeira.
O problema segundo o presidente do sindicato é que uma das empreiteiras que presta serviço no local, atrasou o salário dos funcionários há mais de um mês, e ainda demitiu os trabalhadores sem pagar a rescisão.
Pela manhã os manifestantes atearam fogo em pneus e interditaram a rodovia. Acompanhe todos os detalhes na reportagem do jornalista Lucas Claro aqui no Rápido no Ar
Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here