Dona de cachorra apresenta laudo médico para provar que não houve maus tratos a animal em Limeira

Compartilhe!

Um homem acusado de maus-tratos a uma cachorra no Parque Nossa Senhora das Dores, em Limeira (SP), apresentou um laudo de um médico veterinário no 2º Distrito Policial para esclarecer que não houve um único dano ao animal, como foi alegado por um acusador que registrou um boletim de ocorrência.


Segundo o boletim do profissional de uma clínica renomada da cidade, a cadela está bem de saúde e não foi machucada ou maltratada em nenhum momento. A família do animal lamentou ter sofrido acusações e julgamento público nas redes sociais após a “falsa denúncia”.

Na terça-feira (14) um homem procurou o 2º DP com os dados da moto do proprietário da cadela e afirmou que o viu “arrastando um cachorro pela coleira enquanto pilotava uma moto”.


A dona da cachorra que é filha do homem que foi acusado, esclareceu no registro do boletim de ocorrência que a fêmea está no período do cio e apresentando sinais de agressividade, por isso fugiu de casa e ninguém foi capaz de segurá-la.


Foi então que seu pai pegou sua moto e saiu para percorrer o bairro em busca do animal. Quando a encontrou, o homem diz a ter preso a cadela pela coleira e trafegado devagar pelo caminho de volta para casa.


A família da cadela mostrou ao Rápido no Ar o laudo veterinário anexado ao boletim de ocorrência. Nele, o profissional médico confirmou que a cachorrinha, de três anos de idade, “encontra-se em bom estado clínico geral”, sem nenhum sinal de doença ou lesão nas patas ou em outras partes do corpo e confirmou o período de cio do animal.


No boletim, a família destaca que ama sua cachorrinha, é contra maus tratos a qualquer animal e que jamais permitiria que alguém fizesse algo de ruim à cadela. A família alegou que deseja processar o homem que fez a acusação, já que não há provas ou indício de crime. O caso deve ter andamento na Justiça, caso a família deseje.

A equipe do Rápido no Ar esclarece ainda, que em nenhum momento nenhuma das partes envolvidas na ocorrência teve qualquer informação que possa identifica-las.

Laudo do médico veterinário que atesta que animal está em bom estado de saúde e sem sinal de maus-tratos.
Compartilhe!