Em áudio, professor pede para aluna de 12 anos enviar foto e diz para ela não dar bandeira

Compartilhe!

Além de enviar mensagens de texto para uma estudante de 12 anos, um professor de matemática, de 52 anos, chegou a mandar áudios nos quais pedia para ela ser discreta e mandar foto. O caso foi denunciando pela própria mãe da menina, que procurou a Polícia Civil de Ariranha, no interior de São Paulo.

A mulher relatou que teria encontrado as conversas no celular da filha e imediatamente procurou a polícia. Segundo o Boletim de Ocorrência, a menina estuda na 7º ano da Escola Estadual Gabriel Hernandes.

Nos áudios é possível ouvir o professor chamando a aluna de “amorzinho” e pedindo para que não comentasse nada, pois se desse “bandeira” ele poderia ir preso. Ouça:

Durante o áudio, ele insiste que a garota envie foto e que ele teria a maior vontade. “Não posso, assim. Eu tenho maior vontade, a gente precisa ter cuidado. Não pode vazar essas informações de jeito nenhum. Mas me manda foto, por favor, e eu quero ver pessoalmente, sim, estou louquinho. Beijos”.

Em outro áudio, ele chega a chamar a menina de “gostosa”.

A mãe da menina relatou aos policiais que encontrou as mensagens no último sábado (5). No domingo ela procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência.

A Polícia Civil já ouviu os pais da estudante, mas o professor ainda não havia sido chamado para prestar depoimento.

Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Catanduva (SP), declarou que apesar do fato ter ocorrido fora do ambiente escolar, já está tomando as providências necessárias.

Uma apuração preliminar teria sido aberta e, se comprovado, o teor das mensagens será aplicado penalidades pertinentes.

Compartilhe!