Em casa, Inter de Limeira perde para o Guarani

Compartilhe!

Com um futebol de imposição e superação, o Guarani derrubou um tabu de 25 anos na noite desta quarta-feira (07), contra a Inter de Limeira, no Estádio Major Levy Sobrinho. O Leão recebeu o Guarani, em duelo válido pela décima primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A2 e perdeu pelo placar de 2 a 1. Erik e Bruno Mendes fizeram os gols da vitória do Bugre. Tom, de pênalti, marcou para os donos da casa.

A vitória manteve o Guarani na vice-liderança da competição com 22 pontos ganho e a um ponto do líder São Bernardo. A Inter sofreu a terceira derrota seguida e caiu para a décima colocação, com 14 pontos.
[sg_popup id=”4″ event=”onload”][/sg_popup]
O Jogo
Após o empate diante do Rio Claro, em casa, na última rodada, o técnico Umberto Louzer promoveu uma única modificação na equipe para encarar a Internacional de Limeira nesta noite, fora de casa. Philipe Maia ganhou a vaga de Lucas Kal e o Bugre iniciou a partida com: Bruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário, Rondinelly e Erik; Bruno Mendes.

Sob uma chuva torrencial que caía sobre Limeira, a partida começou muito disputada e com o Bugre impondo o ritmo da partida. Logo aos 3′, Erik fez jogada individual e cruzou para trás, Bruno Nazário dominou mas chutou por cima do gol de Rafael Pin. A Inter respondeu aos 4′, Moisés arriscou e a bola passou perto do gol de Bruno.

Aos 8′, Bruno Mendes recebeu e chutou forte, a bola passou muito perto do gol. A Inter respondeu novamente aos 16′, Éder Paulista fez boa jogada e no rebote Tom chutou firme para mais uma defesa de Bruno Brígido. Novamente explorando a velocidade, Erik quase abriu o marcador. O atacante invadiu a área, chutou e Rafael Pin espalmou. Melhor na partida, o Guarani não demorou para fazer o primeiro.

Aos 23′, Erik fez jogada individual, tabelou com Nazário e chutou na saída do goleiro adversário. O gol fez com que o adversário recuasse e o Bugre por pouco não ampliou. Aos 25′, Lenon invadiu a área, pela direita, e chutou cruzado obrigando Pin espalmar. Porém, em seu melhor momento na partida, com o jogo sob controle, a Inter encontrou o empate. Aos 37′, Lombardi cometeu pênalti em Éder Paulista e Tom converteu.

Apesar do empate, o Guarani voltou com o mesmo ímpeto para a etapa final. Aos 12′, Erik teve a chance de fazer o segundo mas Moisés – que substituíra Rafael Pin lesionado – fez um milagre e colocou a bola para escanteio. Aos 19′, o atacante cobrou falta pela esquerda e Moisés salvou mais uma vez. A partida era muito desgastante e o técnico Umberto Louzer modificou o time para tentar a vitória. Serafim e Denner entraram nas vagas de Rondinelly e Erik.

Dito e feito. Com gás novo e melhor disposto taticamente, o Bugre garantiu a vitória aos 38′. Denner cobrou falta, Fernando Lombardi desviou para o meio da área e Bruno Mendes, de voleio, estufou as redes de Moisés. A Inter ainda tentou esboçar reação mas a retaguarda Alviverde se comportou bem e o Guarani garantiu sua terceira vitória consecutiva fora de casa.

Compartilhe!