Ex-jogador Roberto Carlos tem prisão decretada

Compartilhe!

O ex-jogador Roberto Carlos teve prisão de três meses decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por não pagar a pensão alimentícia de dois dos seus nove filhos. Roberto afirmou que passa por dificuldades financeiras, e que não consegue pagar a dívida, no valor de R$61 mil.

O atual embaixador do Real Madrid tentou parcelar a dívida, e a proposta foi negada por Barbara Thurler, a mãe dos filhos em questão. Ainda tentou pagar um valor menor (algo em torno de R$35mi) em uma única parcela, e a proposta também foi recusada.

A Assessoria de Roberto Carlos soltou uma nota, informando que o ex atleta já quitou a dívida.

“Em virtude da notícia veiculada pela imprensa nesta quarta-feira (23), na qual informa que o ex-jogador e atual embaixador do Real Madrid, Roberto Carlos, teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Futpress Comunicação, assessoria de imprensa do ex-atleta, informa que o Roberto efetuou o pagamento da pensão alimentícia referente a junho no último dia 3 de agosto.

No entanto, devido a um procedimento burocrático, o juiz responsável pelo caso ainda não manifestou-se a respeito. Fernando Henrique Pittner, advogado de Roberto Carlos, afirma que, após a manifestação descrita acima, o processo será regularizado.”

Caso não regularize seu débito, Roberto Carlos deverá cumprir regime fechado, até pagar tudo o que lhe é cobrado.

Roberto Carlos fez muito sucesso como jogador do Real Madrid e da Seleção Brasileira. Ganhou três vezes a Liga de Campeões com a equipe espanhola, e foi um dos pilares do quinto título mundial conquistado pela Seleção nacional, em 2002, entre inúmeras outras conquistas. Pelo visto, todo o sucesso, dinheiro e fama não foi suficiente para arcar com suas obrigações.

Seguimos aguardando os desdobramentos do caso. Aguarde novas informações.

Compartilhe!