Filho separa briga dos pais e GCM é acionada para apartar discussão em Cordeirópolis

Compartilhe!

A Guarda Civil Municipal de Cordeirópolis (SP) precisou apartar um casal em separação na Vila Dona Loni Levy. A mulher alega que o marido, com quem seria casada há 22 anos, tinha tirado satisfações depois dela ir à casa de uma amiga. Já ele afirma que foi ofendido pela mulher por estar desempregado. O filho do casal, de 21 anos, precisou separar os pais das agressões.

A GCM foi chamada com a denúncia de que o marido estaria agredindo a esposa no meio da rua. Ao encontrar com o casal discutindo, não presenciou a briga, mas ouviu os dois separadamente para entender o ocorrido, já que o filho chegou após o início da discussão e não sabia quem tinha batido primeiro.

A mulher disse que o homem teria sido violento a vida toda, fazendo inclusive ameaças de bater também nos filhos, e que tinha dado um soco em seu rosto em meio à discussão. Ele estaria se recusando a deixar a casa, por isso ela afirmou que deseja processá-lo por agressão e pediu medida protetiva para que ele não se aproxime. Já o homem afirma que por não conseguir um emprego a mulher teria o ofendido e iniciado as agressões. Ele foi informado que pode também processá-la, se desejar.

Compartilhe!