Homem é preso por furtar extintores de condomínio e tentar vendê-los a empresa em Limeira

Um homem, de 41 anos, foi preso pela Guarda Civil Municipal de Limeira (SP) por furtar cinco extintores do Residencial Rubi. Ele alegou ter feito sem pensar, já que precisava pagar a pensão alimentícia dos filhos.

Ele tentou vender os equipamentos em uma empresa especializada em extintores, o que levantou a suspeita de que o material era furtado. O representante da empresa pediu que o homem voltasse no dia seguinte. Ele encontrou viu o nome do condomínio em uma etiqueta nos extintores e entrou em contato com a síndica para relatar o fato.

O indivíduo voltou no dia seguinte à empresa com mais dois extintores, quando teve a placa de sua moto anotada. Com os dados, a síndica averiguou se tratar de um irmão de um morador e acionou a GCM, que deteve o homem dentro do condomínio.

Quando abordado pela GCM, ele confessou os furtos e alegou ter agido sem pensar, diante da necessidade de pagar a pensão dos filhos. Os extintores foram devolvidos ao condomínio e o homem preso em flagrante pelo crime. Ele foi encaminhado à carceragem local para responder por furto.

Compartilhe!