Miguel Lombardi defende verbas públicas para castração de animais nos municípios

O deputado federal Miguel Lombardi (PR) defendeu em discurso na Comissão de Seguridade Social e Família que verbas federais possam ser destinadas ao serviço de castração de animais nos municípios brasileiros.

Ele participou na semana passada de uma audiência pública para debater a castração de cães e gatos como política pública vinculada ao Ministério da Saúde.

O deputado, que é limeirense, relatou ter adotado um cachorrinho abandonado, mas apesar disso defende que a castração seja usada como meio de evitar que cães vão parar nas ruas das cidades. Em sua opinião, verbas do Ministério da Saúde deveriam ser destinadas ao custeio do “castramóvel”.

“Precisamos criar um instrumento para este fim. Eu já adotei um animal abandonado e sei o tamanho do bem que ele faz para às famílias que o adotam. Mas precisamos reforçar o controle reprodutivo destes animais para evitar maus tratos”, disse o parlamentar.

Veja o vídeo:

Compartilhe!