Mitos e verdades sobre a dieta low carb

Entenda como funciona a dieta low carb, conferindo seus mitos e verdades e tirando suas principais dúvidas sobre o tema.

Em um mundo em que a preocupação com a perda de peso e a manutenção de um corpo esteticamente bonito estão em alta, a busca por dietas de emagrecimento se tornaram imensas!

Dentro desse universo, encontramos a famosa dieta low carb, responsável por promover a perda de peso pela redução da ingestão de carboidratos.

Como o assunto é bastante polêmico, é comum encontrar mitos e verdades relacionados com a dieta.

Pronta para saber mais sobre o assunto? Continue sua leitura até o final!

Entendendo mais sobre a dieta low carb
A low carb acaba sendo uma das queridinhas quando o assunto é emagrecimento, permitindo a queima dos estoques de gordura e levando a perda de peso.

Mas qual é o grande segredo da dieta?
Muitas pessoas pensam que seguir uma low carb é cortar os carboidratos, mas não é bem assim que funciona!

Os carboidratos são nutrientes essenciais em nossa dieta e jamais podem ser abolidos de maneira drástica – podendo trazer sérios prejuízos para a saúde.

Assim, esse tipo de dieta visa diminuir o consumo daqueles carboidratos que liberam altas taxas de glicose no organismo, optando pelos que apresentam baixos índices glicêmicos.

Com isso, é possível liberar glucagon na corrente sanguínea e quebrar os estoques de gordura, levando ao emagrecimento.

Quais são os benefícios da low carb?

Desde que realizada de maneira saudável e sem privações bruscas nas quantidades diárias de carboidrato (que devem abranger no mínimo 40% da dieta total), a low carb pode ser benéfica para a saúde.

As principais vantagens incluem:

• Prevenção do diabetes;
• Promoção da saciedade;
• Emagrecimento rápido;
• Auxílio sobre os níveis de colesterol bom, aumentando o HDL;
• Redução dos triglicerídeos sanguíneos.

Mitos e verdades sobre a dieta low carb
Como a dieta se tornou muito famosa, não é de se admirar que surgiram vários mitos relacionados com o assunto. Por isso, preparamos uma listinha para você conferir os principais mitos e verdades sobre a low carb.

Vamos conferir?

Mitos:

1. Os carboidratos precisam ser zerados em uma low carb
O mito mais disseminado sobre a low carb é que ela priva a alimentação de carboidratos – e isso é totalmente errôneo.

Como já conversamos, o consumo de carboidratos diários jamais deve baixar para menos de 40%. Quando isso acontece, o corpo pode responder com déficits nutricionais e comprometer a saúde (principalmente a longo prazo).

Por isso, foque na ingestão de carboidratos com baixa taxa glicêmica, mas não prive totalmente a sua dieta.

2. Vou ficar sem energia se reduzir os carboidratos
Como o carboidrato é um tanto quanto viciante para o organismo, é normal que você se sinta um pouco cansado no início da dieta.
Mas desde que a alimentação rica em proteínas e gorduras esteja bem equilibrada, a tendência é que os sinais iniciais vão embora.
Assim, a gordura pode funcionar como uma excelente forma de energia, mantendo o corpo em pleno funcionamento – mas opte por aquelas que são benéficas para a saúde, como as oleaginosas, abacate e óleo de coco.

3. É necessário comer muita proteína na low carb
Entender que a dieta precisa ser feita com equilíbrio entre os nutrientes ingeridos é essencial. Portanto, não adianta sair por aí consumindo muita proteína e se esquecer do resto.
Procure equilibrar bem os grupos alimentares e aproveitar a energia das gorduras naturais e de alimentos saudáveis como os vegetais, sem exagerar demais nas proteínas.

Verdades:

1. A dieta low carb possui contraindicações

Mesmo que a dieta seja uma ótima opção para queimar as gordurinhas, ela possui contraindicações, devendo se evitada por:
• Gestantes;
• Crianças;
• Idosos;
• Atletas;
• E para quem busca hipertrofia.

Por isso, é sempre bom consultar um médico e tirar todas as dúvidas – considerando sempre seu histórico de saúde.

2. A low carb pode ser o início para uma reeducação alimentar
Desde que seguida de maneira personalizada e individual, a low carb pode ser feita de maneira equilibrada e sem exageros, dando início a uma jornada de reeducação alimentar que pode ser sustentável a longo prazo – mas tudo depende da força de vontade da pessoa.

3. Existe um período de adaptação do corpo para a dieta
Se você passou sua vida comendo muitos pães, massas, doces e refrigerantes, a dieta pode não ser muito fácil, principalmente no início.

Ao reduzir o consumo de carboidratos, é normal que o corpo se sinta mais cansado e sofra com efeitos colaterais.

Mas a tendência é que eles sejam apenas transitórios, se tratando de um período natural de adaptação do organismo.

E quando nada mais resolve?
Caso nem as dietas nem os exercícios físicos funcionem, uma lipoaspiração pode ser recomendada para dar fim às gordurinhas localizadas e melhorar a silhueta.

Mas é importante saber que a lipoaspiração não irá promover o emagrecimento, acabando apenas com as gorduras que estão em excesso.

Dentre as cirurgias que permitem a perda de peso temos a redução do estômago (bariátrica). Mas como ela não é indicada para qualquer pessoa, é sempre bom procurar seu médico de confiança. Com certeza, ele poderá indicar as melhores opções e quais profissionais podem ser consultados para o seu caso.

Outros aspectos importantes

A dieta low carb é uma ótima opção para quem está disposto a perder peso e iniciar uma reeducação alimentar.

Desde que seguida da maneira recomendada, sem exageros e restrições absurdas, é possível aproveitar até seus benefícios para a saúde – somando ainda mais pontos positivos!

O primeiro passo é entender como funciona a dieta e os mitos e verdades relacionados com o assunto.

Assim, é possível compreender melhor o assunto e optar por um plano personalizado para sua alimentação.

Se você tiver dúvidas sobre isso, o ideal é procurar um nutricionista, que poderá propor uma ideia de cardápio inicial para o seu caso – colocando sua saúde sempre em primeiro lugar!

Gostou do conteúdo de hoje sobre a dieta low carb? Comente logo abaixo suas dúvidas – estamos prontos para atendê-la!

Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here