Mulher será indenizada após comprar pão com barata em supermercado de Piracicaba

Foto: Arquivo Pessoal
Compartilhe!

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou a rede de supermercados Pão de Açúcar a pagar uma indenização de R$ 5 mil a uma cliente de Piracicaba (SP), que comprou um pão francês e veio com uma barata.

O caso ocorreu em fevereiro deste ano. A mulher chegou a comer uma parte do pão, antes de conseguir visualizar o inseto. Segundo a cliente, ela foi até o supermercado com a sacola e com os pães para reclamar, porém uma funcionária pegou os produtos e relatou que iria averiguar.

“Senti um mal-estar muito grande, porque tenho pavor de barata. Isso ficou na minha cabeça e precisei ir ao médico. Tudo que pego agora, olho bastante para ver se tem algo”, relatou.

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Vigilância Sanitária, realizou uma fiscalização no local, após a denúncia e nada de irregular foi encontrado, porém, foi lavrado pelo órgão um Auto de Infração com solicitação para resolução imediata. Para a reportagem o valor da multa aplicada pela Vigilância não foi informado.

PÃO DE AÇÚCAR

A rede destacou que na época, todos os produtos envolvidos na fabricação do referido “pão com barata” foram descartados. Segundo o supermercado, a padaria trabalha com fabricação diária e que segue um “rígido controle de qualidade interno, assim como os processos realizados atendem a legislação vigente e a política de Segurança Alimentar da companhia”.

“A loja se desculpou com a cliente pelo ocorrido, restituiu o valor da compra, a manteve informada das melhorias adotadas para evitar que fatos como esse voltassem a ocorrer e se colocou à disposição para auxiliá-la no que mais fosse necessário”, escreveu em nota.

Compartilhe!