Novidades sobre o tratamento da glândula tireoide

Compartilhe!

A tireoide tem função primordial em nosso organismo, pois ela atua regulando o metabolismo. Está localizada abaixo de nossas cordas vocais, e é controlada pela glândula hipófise, localizada no cérebro e responsável pela produção de TSH, que estimula a tireoide a produzir triiodotironina (T3) e tiroxina (T4) que são quem define o gasto e armazenamento de energia.

As doenças associadas a quem tem problema de tireoide são o hipotireoidismo e o hipertireoidismo. Ambas tem características diferentes, sendo o hipotireoidismo mais comum, oriundo da falta de produção de hormônios tiroides responsável por sintomas como cansaço, ganho leve de peso, pele seca. O diagnóstico é feito por um exame de sangue que mede o índice de TSH presente. Já o Hipertireoidismo é o oposto, quando a glândula produz em excesso os hormônios T3 e T4, o que causa uma aceleração no metabolismo. A causa mais atribuída a esse mal é uma medicação rica em iodo. E a doença que mais aflige os enfermos é a doença de Graves, que faz com que o sistema imunológico produza anticorpos que atacam diretamente a própria glândula tireoide.

O Hipotireoidismo acomete 8% dos Brasileiros, sendo em sua maioria mulheres, cerca de 20% acima dos 60 anos, e de 10% acima dos 40. Pode ser devido ao estrogênio, um hormônio feminino que promove uma grande proliferação das células da tireoide. Já nos homens, a incidência é de 0,6 a cada mil pessoas. Alguns estudos mostram que 90% das pessoas com mais de 80 anos tem alguma massa na tireoide. 1,2% da população sofre do hipertireoidismo, e metade das pessoas não sabem que tem algo de errado com sua glândula.

O tratamento para problemas da tiroide pode ser indicado por um médico da sua confiança. Caso não esteja em um estado avançado o tratamento é simples, com pequenas mudanças de hábito, principalmente alimentar, evitando intolerâncias alimentares. Suplementação com nutrientes (selênio, zinco, ferro, iodo), restauração da flora intestinal(Disbiose) e tratamento com probióticos e probióticos. Além disso, fazer adequação das medicações e realizar os exames laboratoriais atualizados com as novas tecnologias é imprescindível para sua melhora. O Dr. Eudes Tarallo CRM 59404-SP e RQE 50556, profissional médico formado há mais de 30 anos, vem se dedicando ao estudo da glândula tireoide. Com o intuito de ajudar leigos, e até profissionais da saúde, disponibilizou o site www.doutortireoide.com com informações, vídeos, entrevistas, e tudo que há de atual para o tratamento desse importante órgão do corpo humano.

Compartilhe!