A Petrobras informou nesta terça-feira, 15, às distribuidoras que aumentou em média o GLP industrial e comercial em 3,6%, seguindo a política de manter a paridade dos preços internos com o preço internacional. O novo preço passa a valer a partir da quarta-feira, 16. O último ajuste havia sido realizado em 8 de maio, uma alta de 7,1%.

De acordo com o Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), a estatal comunicou às empresas que o preço vai subir entre 3,5% e 3,8%, dependendo do local do suprimento.


A entidade afirmou que com o novo aumento o preço do GLP industrial e comercial praticado pela estatal no Brasil está 35,7% em relação ao preço praticado no mercado internacional. “Esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma crucial empresas que operam com uso intensivo de GLP”, criticou o Sindigás em nota.

O GLP residencial (botijão de 13 kg) não teve o preço alterado. O combustível, utilizado principalmente por famílias de baixa renda, passou em janeiro a ter ajustes trimestrais para reduzir a volatilidade no bolso do consumidor. O último ajuste foi anunciado no início de abril, uma queda de 4,4%, para R$ 22,13 o botijão.

Comente!

Veja também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here