A Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Limeira conseguiu nesta quarta-feira (6), uma liminar determinando a reintegração de posse da área do Horto Florestal, ocupada desde o dia 20 de outubro por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST). De acordo com a liminar, deferida pela juíza federal Carla Cristina Oliveira Meira, as famílias terão cinco dias para sair voluntariamente do terreno, retirando todos os seus bens. Caso o prazo não seja cumprido, a reintegração será cumprida pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal.

O secretário da pasta, Daniel de Campos, alegou no pedido de liminar que a área ocupada pelo MST será destinada à implantação da terceira fase do aterro sanitário do município e que o pedido de licença ambiental já foi encaminhado à Cetesb. A argumentação também apontou o crescimento do número de famílias ocupantes do local e dos riscos do cumprimento tardio da intervenção. “Todas essas ações fazem parte de um conjunto de medidas determinadas pelo prefeito Mario Botion para resolver o caso”, disse Campos.

Veja também:

Loading Facebook Comments ...

You must fill in your Disqus "shortname" in the Comments Evolved plugin options.