Quarta-feira, 27 de setembro – Cinco notícias para começar o dia bem informado

Compartilhe!

1 – Palocci diz em carta ao PT que viu Lula “sucumbir ao pior da política”
Uma semana depois de a executiva do PT de Ribeirão Preto (SP) aprovar, por unanimidade, abertura de procedimento para expulsão de Antonio Palocci da legenda, o ex-ministro dos governos Lula e Dilma encaminhou hoje (26) à presidente nacional da sigla, senadora Gleisi Hoffmann (PR), uma carta em que pede desfiliação do partido e acusa Lula de “sucumbir ao pior da política”.

2 – Primeira turma do STF mantém condenação de deputada Professora Dorinha
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (26) manter a condenação da deputada Professora Dorinha (DEM-TO), que no ano passado foi considerada culpada por ter comprado livros didáticos sem licitação quando era secretária de Educação do Tocantins, em 2002 e 2004.

3 – STF afasta Aécio do mandato e determina recolhimento domiciliar noturno
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (26), por 3 votos a 2, afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do exercício de seu mandato, medida cautelar pedida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no inquérito em que o tucano foi denunciado por corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base nas delações premiadas da empresa J&F.

4 – Valor do fundo eleitoral provoca divergência; proposta segue para Câmara
O projeto de lei aprovado pelos senadores nessa terça-feira (26) prevê que o fundo eleitoral terá financiamento de cerca de R$ 2 bilhões para custear cada eleição. Para que passe a valer no ano que vem, a proposta ainda precisa ser aprovada pela Câmara, mas durante a votação houve divergências entre os parlamentares quanto ao valor exato que será repassado às campanhas devido às expectativas de repasses do Orçamento.

5 – Twitter diz por que conta de Trump não foi punida após ameaça à Coreia do Norte
O Twitter precisou vir a público para explicar por que não tomou nenhuma medida após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicar uma ameaça à Coreia do Norte em sua conta . De acordo com a plataforma, o conteúdo não foi removido e o perfil não foi suspenso pois as informações são de interesse público, ainda que muitos usuários tenham entendido que o republicano violou as regras da rede social.

Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here